top of page

Como não romantizar o puerpério e o deixar mais leve?

ilustração mulher deitada bebê puerpério

O puerpério, é popularmente conhecido como a quarentena ou resguardo, que são os 45 dias após o nascimento do bebê. Além da queda da produção hormonal, o corpo passa por diversas transformações, sendo a principal a retomada dos órgãos internos ao mesmo estágio antes da gravidez.


O puerpério é um processo delicado, no pós parto a mulher encara uma série de mudanças. Seu corpo muda, alterações hormonais te atacam a toda a hora, as cobranças e pressões externas pela sociedade aumentam, pessoas ao seu redor reprovam todo o comportamento que não esteja alinhado ao papel de mãe perfeita, que é algo irreal e inalcançável.


Por vários momentos, a mulher parece obrigada a agir como se tudo estivesse sempre muito bem. O cansaço, mau humor e até episódios de ansiedade existem na maternidade real, mas para evitar o julgamento, algumas mães se calam e anulam os seus sentimentos. Muitas delas, se isolam em uma solidão que dói. Situações negligenciadas podem trazer mais dificuldades para o processo do puerpério.


As orientações para se ter um puerpério mais saudável e leve, são basicamente, diminuir os fatores estressores e ter alguns cuidados específicos:


Descanso, sono e alimentação de qualidade;


Divisão de tarefas domésticas e nos cuidados com o bebê, com o (a) parceiro (a);


Suporte da rede de apoio: familiares e amigos que possam auxiliar nos cuidados com a mãe e bebê e com as tarefas domésticas;


Conversar com alguém em quem você confia, sobre os medos e ansiedades;


Fazer terapia com profissional psicólogo, de preferência um profissional especialista em perinatalidade e parentalidade, o ideal seria que toda gestante e mães/pais o fizessem;


Suporte profissional para as dificuldades com a amamentação e cuidados com o bebê, procure uma boa consultora de amamentação, uma enfermeira materno infantil, além de um bom pediatra.


O ideal seria que procurassem estes profissionais ainda na gestação. O momento pós parto é algo muito delicado e ter pessoas para apoiar e ajudar é necessário e importante.


Conta aqui como foi ou está sendo o seu puerpério, você tem rede de apoio?



-------------


Texto escrito por Makori, doula parceira da Gestar

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page