top of page

Importância da nutrição para casais tentantes



Cada vez mais entendemos que todo o corpo trabalha em conjunto, e para gerar um bebê tudo precisa estar em perfeita sintonia.


Muitos estudos têm relacionado a alimentação saudável a qualidade do óvulo e do esperma. Por isso, é fundamental que os casais tentantes tenham uma alimentação saudável e hábitos de vida equilibrados.


Já sabemos que o consumo de frutas, legumes e verduras proporciona diversas vitaminas e minerais importantes para o corpo, além das fibras, presentes também nos cereais integrais, como arroz, massas, farinhas etc.

Se possível, escolher os alimentos orgânicos ou da safra, evitando assim a exposição e consumo de pesticidas e substâncias nocivas ao organismo.


O consumo de adoçantes, em especial os artificiais, deve ser evitado pelos casais tentantes. E o café? O excesso de cafeína pode prejudicar a fertilidade. Quanto menor o consumo de cafeína, maior é a chance de engravidar. Além disso, o consumo além do recomendado de cafeína está associado a maior chance de aborto.

Para garantir que estamos absorvendo todos os nutrientes que consumimos, precisamos cuidar do intestino, por isso, capriche na hidratação, priorizando sempre o consumo de água, ao invés de sucos e bebidas açucaradas.

O controle de peso é importante para quem quer engravidar, já que a obesidade e inflamação estão relacionadas a baixa fertilidade. O consumo de peixes ricos em ômega 3 (atum, sardinha, salmão selvagem etc) e leguminosas (feijões, lentilha, grão de bico, ervilha etc), que são proteínas vegetais de boa qualidade, são favoráveis ao controle da inflamação. Enquanto que o consumo de alimentos industrializados, ricos em gorduras trans, frituras, carnes vermelhas gordurosas e bebidas alcoólicas são desfavoráveis a redução da inflamação.

Pensando além da alimentação, a atividade física, o manejo do estresse e o sono também podem ser aliados dos casais que querem engravidar.

Ao mesmo tempo em que pensamos em melhorar a alimentação, é importante frisar que uma alimentação extremamente restritiva pode acabar impactando negativamente na fertilidade.


É imprescindível a adoção de hábitos de vida saudáveis, respeitando sempre a individualidade, cultura e condição socioeconômica de cada um. Vale ressaltar que algumas condições como deficiências nutricionais, alterações hormonais, endometriose, síndrome do ovário policístico, entre outras, devem ser tratadas individualmente, com condutas nutricionais específicas.

Além disso, tenha ao seu lado sempre profissionais que te apoiem, que te tragam segurança e respeite suas decisões.

@nutricaomaternaeinfantil




122 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page