top of page

Por que a depressão materna pode ser um risco ao desenvolvimento infantil

Atualizado: 23 de nov. de 2021


São vários os motivos pelos quais o desenvolvimento infantil está em risco quando sua mãe está deprimida.


Cito um, que considero um dos mais importantes: quando o bebê olha para sua mãe, o rosto dela funciona como um espelho. O que ele busca, ao olhar para ela, é a aposta de que nele há um sujeito e a sustentação dessa hipótese.



Quando uma mãe está deprimida, ao olhar para ela, tudo o que o bebê vê é um rosto. Que reflete o humor e a falta de vida que há nele.


O que o bebê faz? Inicialmente, ele tenta resgatar essa mãe. Em geral, são bebês irritados, chorosos, que não dormem. Eles fazem isso como uma forma de “acordá-la” desse estado em que ela está.


Porém, quando ele percebe que suas tentativas estão sendo em vão, eles desistem e é aí onde mora o perigo! ⚡Eles se entregam a um estado semelhante.


E, como não há ninguém que possa sustentá-lo, ele sente uma das piores sensações que um bebê pode sentir: a sensação de aniquilamento. Quase como se estivesse deixando de existir. Um ser feito em pedaços que ninguém junta.


Aqui, abro para um alerta ⚠️: NÃO É VERDADE que uma mãe deprimida não consegue cuidar do seu bebê. Ela consegue! Porém, ela o faz de forma automática. Mas a conexão, tão importante para esse jogo que o bebê busca, não existe.


Para o bebê, o que importa não é somente ser cuidado. Mas que o cuidado esteja envolto de afeto, que servirá de um enlace entre todos os seus órgãos, sistemas e sentimentos. Como se estivesse juntando seus pedacinhos em um só.


Observe um bebê no colo de uma mãe deprimida. Não há aconchego. O bebê fica meio solto.


Porém, atenção! ⚠️ Essa mãe precisa de ajuda! O julgamento só irá fazer com que ela entre mais fundo nesse poço sem vida, sem energia.


Precisamos resgatar a mãe!! E, enquanto isso, fornecer ao bebê a sustentação simbólica necessária.






57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page