top of page

Por que você deveria aprender a educar com a Disciplina Positiva?

Atualizado: 30 de ago. de 2022


Por Mariana Miguel

Psicóloga da Maternidade e Educadora Parental

CRP 06\83327

@psico.marimiguel


Muitas mamães já ouviram falar da Educação Positiva ou Educação Não-Violenta ou ainda Disciplina Positiva! Mas afinal de contas, o que é isso?


Trata-se de um modelo educativo, que surgiu nos Estados Unidos, cuja filosofia e prática propõe educar com respeito, mesmo ao impor limites! A Disciplina Positiva busca um meio termo entre a rigidez e a permissividade ao educar, estabelecendo uma forte conexão entre pais e filhos e se baseando num relacionamento de confiança mútua para ensinar habilidades importantes de vida.


Faz tempo que é de conhecimento da área da Psicologia que crianças aprendem melhor num ambiente em que possam se sentir seguras e respeitadas. E, em casa, ao serem educadas, não é diferente.


Muitos estudos demonstram que punições não educam, embora, possam, momentaneamente melhorar o comportamento da criança. Isso porque a criança obedece por medo do castigo e não porque aprendeu a se comportar bem. Além disso, crianças que são criadas na base dos gritos, tapas, castigos e chantagens, veem seus pais como fonte de amor e de dor, o que não as deixa seguras para procurar por eles quando têm problemas. É aí que a criança pode começar a esconder seus erros e a caminhar cada vez mais longe emocionalmente de seus pais.


Como se não bastasse, crianças educadas de forma violenta, têm mais chances de desenvolver ansiedade, depressão, comportamentos agressivos, criminosos e delinquentes quando adultos. Podem também apresentar um desenvolvimento acadêmico baixo, baixa autoestima, poucas habilidades sociais, uso de álcool e drogas, relacionamentos problemáticos.


Por outro lado, o estilo educativo que combina firmeza e amabilidade, ou seja, limites com respeito, apresentam resultados mais favoráveis no desenvolvimento da criança: melhor desempenho acadêmico, boa autoestima, melhores habilidades sociais, menor incidência de adoecimento psicológico, menores índices de delinquência.


Atualmente temos muito mais informações sobre o funcionamento do cérebro de bebês e crianças do que antigamente. Dessa forma, conseguimos compreender bem mais seus comportamentos e ter ferramentas e estratégias que respeitam a fase de desenvolvimento ao lidar com eles. Sabemos também que a infância é a base da vida e que bebês e crianças estão aprendendo as lições mais importantes justamente nesse período. Portanto, repensar a maneira que os educamos, e as consequências dessas práticas a longo prazo, vem se tornando cada vez mais relevante.


Um estudo científico realizado em 2019, com mais de 5.000 participantes, revelou que adolescentes e jovens adultos que tiveram, durante a infância, os seguintes aspectos na relação com os pais:


· Conexão emocional

· Proximidade

· Afeto

· Diálogo

· Ajuda para resolver conflitos

· Sentiam-se amados e seguros


Tiveram no período da adolescência e juventude:


· Mais bem-estar emocional

· Menor risco de adoecimento psicológico

· Menor risco de transtornos alimentares

· Menor risco de sobrepeso\obesidade

· Menor uso de maconha


Fonte: Chen, Y., Haines, J., Charlton, B. M., & VanderWeele, T. J. (2019). Positive parenting improves multiple aspects of health and well-being in young adulthood. Nature human behaviour, 3(7), 684–691. https://doi.org/10.1038/s41562-019-0602-x


E esse é só um, dos inúmeros estudos científicos existentes, que comprovam que a melhor maneira de educar é a combinação entre firmeza (regras e limites), com afeto e respeito (compreendendo o comportamento e desenvolvimento de seu filho).


Portanto, se você realmente deseja um futuro melhor para seu filho, você precisa rever hoje suas práticas educativas!


Em resumo, a você deveria aprender a Disciplina Positiva porquê:


· Há evidências científicas de que ela é a melhor forma de educar, no sentido de desenvolver crianças mais saudáveis e habilidosas emocionalmente


· Porque seu filho (assim como qualquer pessoa) merece ser tratado com respeito


· Porque seu filho aprenderá mais e melhor num ambiente em que se sinta seguro e conectado


· Porque você pode ensinar seu filho a ser colaborativo e respeitoso sem precisar puni-lo


· Porque simplesmente repetir o passado não vai levantar a próxima geração para ser melhor que a nossa


Precisa de mais motivos?


Se você foi criada através da educação tradicional\punitiva (e a maioria de nós fomos), você vai precisar:


· Se conhecer

· Aprender a gerenciar as suas emoções

· Tratar das suas feridas emocionais

· Entender do mundo do seu filho

· Aprender e treinar novos comportamentos

· Aprender e treinar maneiras mais habilidosas de se comunicar e se relacionar com as pessoas


Se quiser, de fato, educar seu filho de uma maneira diferente.


Quando você deve começar? Quanto antes melhor. Se você ainda é gestante, tem uma ótima oportunidade nas mãos! Você cuida das suas dificuldades emocionais e ainda se prepara para ser uma mãe respeitosa antes mesmo de seu filho nascer, o que diminui grandemente suas chances de errar com ele!


Caso seu filho já tenha nascido, independentemente da idade, sempre é tempo de mudar! A educação começa desde o nascimento e até mesmo mães de recém-nascidos podem e devem aprender a educar seus bebês de forma firme e gentil!


Quando você conseguir criar um senso de conexão, proximidade e respeito em todos os membros de sua família, você terá um lar muito mais harmonioso e feliz!




40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page