top of page

Sabia que existe diferença entre o bebê dos sonhos e o bebê da realidade?

Pense nisso por um momento: talvez você esteja imaginando ao longo da gestação como será seu bebê, quem ele vai puxar, que personalidade terá, e até que profissão ele vai exercer, entre outras coisas, certo? Esse é o bebê imaginado!


O bebê imaginado é o bebê sonhado, idealizado, construído na imaginação. Muitas vezes, se deposita muitas expectativas de que o bebê vai nascer exatamente daquele jeitinho. E isso faz parte e é importante. Até que chega o momento do nascimento.


Quando seu bebê nascer, o bebê que você imaginou se encontrará com o bebê real! Da realidade! E é com o bebê real que você vai se relacionar! E nesse momento é importante deixar de lado o bebê imaginado e sonhado para enxergar, reconhecer, estar e se relacionar com o bebê real!


Talvez, algumas características coincidam, talvez não. A frustração pelo bebê real não ser o mesmo que o imaginado pode ser causa, muitas vezes, para uma dificuldade de se lidar com aquele bebê, para aceitá-lo e até para amá-lo.


Por isso, é muito importante fazer essa elaboração da perda do bebê imaginado e do ganho do bebê real! Porque, sim, o bebê imaginado não existe, e você o perde. Mas você tem um ganho: o bebê real, que estará no seu colo, que te olhará, que terá a própria personalidade, jeitos, características e de quem você irá cuidar e se vincular!


Se abrir ao bebê da realidade é, de alguma forma, autorizá-lo a existir. Ele pode existir, ele pode estar e ser sendo ele mesmo!


Como é isso pra você?




8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page